Piauí reforça trabalho de sustentabilidade no campo

Criação do Dia Municipal do Campo Limpo na cidade,

Com a liderança constatada em âmbito mundial, o Brasil segue se destacando na destinação das embalagens de agrotóxicos, impedindo que o material seja despejado de forma irregular, poluindo assim o meio ambiente; nutrindo esse histórico positivo intermediado pela legislação federal, o vereador Caio Bucar (PSB) reforça o trabalho na capital piauiense em torno da disposição, nisso, tramita na Câmara de Teresina, a criação do Dia Municipal do Campo Limpo na cidade, abstraindo as mesmas imposições da data em âmbito nacional, comemorada no último mês.

Atualmente, em todo o Estado cerca de 90% das embalagens tem a destinação correta, atingindo em mais de 200% a meta prospectada, como revelou o parlamentar. Nessa perspectiva, a votação da proposição deve ocorrer na próxima semana, congregando os anseios da classe.

Bucar defendeu a ideia. "Queremos levar essa conscientização a todas às pessoas, é algo fantástico. A criação do dia deve ser votada na semana que vem, assim a data ficaria instituída em 23 de agosto", declarou.

Em tal processo, o vice-presidente da Associação do Comércio Agropecuário do Piauí (Acapi), Albérico Lins Araújo, ressaltou a importância da conscientização em torno da questão, viabilizando que ações sejam realizadas nas escolas para informar inclusive as crianças.

"Na verdade, ações como o Dia Nacional do Campo Limpo são importantes para a conscientização em torno da regulamentação da destinação final das embalagens de agrotóxicos", disse.

Com essa atenção especial, Araújo indicou que elas podem ser reutilizadas novamente para os mesmos produtos, atuando estritamente na condução do processo de sustentabilidade. Por fim congregou para as centrais de recebimento que já existem no Piauí, possibilitando o fortalecimento do trabalho nas mais distintas regiões.

Fonte: Francy Teixeira