Piauí registra 103 casos de microcefalia em todo o Estado

Os casos foram registrados em 40 municípios

As notificações de bebês com microcefalia correlacionados ao zika vírus no Piauí chegam a 103 casos, sendo que 10 foram descartados para microcefalia relacionados à infecção. O boletim é referente aos dados consolidados até o dia 1º de fevereiro.

Os casos foram registrados em 40 municípios, com notificação de seis óbitos, sendo um confirmado e cinco continuam sendo investigados pelo Comitê de Operações de Emergência em Saúde-Microcefalia, implantado pela Secretaria de Estado da Saúde.

“Com relação aos casos descartados, isso se dá porque eles não se enquadravam dentro dos critérios de vigilância dos casos. Mas, os dez bebês continuarão sendo acompanhados, seguindo a investigação básica e a estimulação precoce”, disse Miriane Araújo, gerente de Atenção à Saúde da Sesapi.

Emergência internacional

A disseminação do zika vírus e a provável ligação com casos de microcefalia tornaram-se uma emergência de saúde pública internacional, declarou, nessa segunda-feira (1º), a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, em Genebra, depois da primeira reunião do Comitê de Emergência sobre zika vírus da OMS.

O Ministério da Saúde considera de fundamental importância a declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) de Emergência de Saúde Pública de importância internacional (ESPII) por vírus zika e sua possível associação com a microcefalia e síndromes neurológicas, ocorrida nesta segunda-feira (1º). A decisão foi recomendada pelo Comitê de Emergência da OMS à presidente da organização, Margaret Chan, com base nas informações técnicas de entendimento do vírus Zika repassada pelo Brasil, França, Estados Unidos e El Salvador.

A Emergência de Saúde Pública de importância internacional é um evento extraordinário que exige uma resposta coordenada. Este reconhecimento internacional deve facilitar a busca de parcerias em todo o mundo, reunindo esforços de governos e especialistas para enfrentar a situação.

Fonte: Com informações do Portal do Governo