Piauí terá a maior subestação eólica do Brasil

A obra terá capacidade para receber 1200 mW (megawatts) e possui sete auto-transformadores sendo instalados.


A Subestação Curral Novo do Piauí II está sendo construída na Serra de Santo Inácio, no município de Curral Novo. A obra está sendo realizada pelo Consórcio Conexão e já está concluída em 52%.

As atividades de engenharia civil já estão sendo finalizadas na obra e fase de eletromecânica está iniciando agora. De acordo com Glauco Moraes, coordenador de Obras da Engineering, a subestação estará concluída em junho.

“A previsão de término desse projeto é junho de 2015, com a parte toda montada e com o comissionamento já executado também. Essa subestação será uma das maiores do Brasil e, com referência à energia eólica, essa sim será a maior do país. Hoje estamos com a previsão de quatro empresas se conectarem aqui na subestação, sendo estas a CountorGlobal, Casa dos Ventos e Queiroz Galvão e a possibilidade de receber bancos de reservas também”, afirmou.

A obra terá capacidade para receber 1200 mW (megawatts) e possui sete auto-transformadores sendo instalados. A subestação receberá dos parques eólicos energia em 230 kW (quilowatt) e elevará para 500 kW e distribuirá na rede do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Segundo o prefeito de Curral Novo, Leônidas Lima, essa obra contribuirá bastante para o desenvolvimento da região. “Essas obras são muito importantes para a nossa região porque geram emprego e ajudam na economia do município. Ninguém nunca imaginou que essa subestação pudesse ser construída na Serra de Santo Inácio, acredito que essa obra trará um avanço para Curral Novo”, disse.

Para José Nascimento, trabalhador rural, essa obra beneficia a região, pois muitas pessoas para trabalhar precisam sair do município de Curral Novo. “A maioria das pessoas daqui vão trabalhar em outras cidades como, por exemplo, Mato Grosso e São Paulo, porque não tem emprego na região e com essas obras a expectativa é melhorar”, finaliza.

 

Fonte: Ascom