Saúde: Piauí terá dois hospitais para realização de aborto de anencéfalos

Após o resultado da votação o governo expandirá de 65 para 95 hospitais capacitados

Na última quinta-feira (12), o Supremo Tribunal Federal (STF) legalizou o aborto de fetos sem cérebros com assistência médica, por meio de votação que teve como resultado favorável 8 votos a 2.

Após o resultado da votação o governo expandirá de 65 para 95 hospitais capacitados para a realização de aborto de fetos anencéfalos.

O Piauí contará com duas unidades de saúde com toda estrutura necessária para atender às gravidas de fetos sem cérebro, prestando assistência médica durante o período de gestação para que seja realizado o procedimento cirúrgico.

Já os estados de Roraima e Paraná serão contemplados até o final do ano com unidades estruturadas para a realização dessa forma de aborto.

Confira relação dos estados que realizam interrupção de gravidez de anencéfalos:

Acre - 2

Alagoas - 1

Amazonas - 3

Amapá - 1

Bahia - 1

Ceará - 9

Distrito Federal - 1

Espírito Santo - 1

Goiás - 1

Maranhão - 4

Minas Gerais - 5

Mato Grosso - 3

Mato Grosso do Sul - 1

Pará - 2

Paraná - 0

Paraíba- 1

Pernambuco - 5

Piauí - 2

Rio de Janeiro - 1

Rondônia - 2

Rio Grande do Sul - 4

Rio Grande do Norte - 1

Roraima- 0

Santa Catarina - 1

Sergipe - 1

São Paulo - 11

Tocantins - 1

Fonte: G1