Piloto do avião de Eduardo Campos é enterrado em cemitério de Maringá

Corpo de Marcos Martins foi enterrado por volta das 13h de domingo (17). Avião com sete pessoas caiu na quarta-feira (13) no litoral de São Paulo.

O corpo do piloto Marcos Martins foi enterrado por volta das 13h deste domingo (17) no Cemitério Municipal de Maringá, no norte do Paraná. Ele morreu no acidente de avião que vitimou o candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, e outras cinco pessoas, além do próprio piloto. Marcos Martins começou a ser velado por volta das 22h30 de sábado (16), em uma capela em frente ao cemitério.

A viúva do piloto, Flávia Martins, e os dois filhos, de 2 e 7 anos, debruçaram-se sobre o caixão e o beijaram, instantes antes do sepultamento. Durante o velório, a mulher afirmou que o marido nunca havia reclamado de cansaço para a família [se referindo a um post do Facebook em que ele afirmou estar cansado]. "O que postou no Facebook é algo normal, do dia a dia. Todo mundo se sente cansado no fim do dia. Ele amava muito o que fazia. Ainda ama. Vamos seguir em frente. Ele precisa de mim", disse a viúva.

Já o irmão do piloto assegurou que a família e Eduardo Campos confiavam “cegamente” em Marcos Martins, pela grande experiência que tinha na profissão. "Não há explicação para o acidente. Tudo, agora, é hipótese. Ele tinha mais de mil horas de experiência com o modelo em que estava. Tinha o avião na ponta dos dedos. O que realmente aconteceu? Sem a gravação [da caixa preta], talvez não saberemos”, afirmou Márcio Martins.

O corpo do piloto chegou a Maringá na noite de sábado  em um avião da Força Aérea Brasileira, e o velório começou por volta das 22h30. O corpo foi liberado pelo Instituto Médico-Legal (IML) de São Paulo durante a tarde de sábado.

O enterro de Eduardo Campos está previsto para as 17h deste domingo. Ele é velado Palácio do Campo das Princesas, no Recife, com a presença de autoridadades, entre elas, a presidente Dilma Rousseff (PT). Outras vítimas do acidente também são veladas no mesmo local. Veja as homenagens a Eduardo Campos no Recife.

O acidente que matou Campos e mais seis pessoas aconteceu em Santos, litoral de São Paulo, na quarta-feira (13). Chovia no momento da queda da aeronave e, segundo informações da Aeronáutica, o jatinho precisou arremeter um pouco antes do pouso. Testemunhas disseram que viram uma bola de fogo no céu e logo depois o avião caiu em um bosque no bairro Boqueirão. A Aeronáutica está apurando as causas da queda do avião. Em paralelo, a Polícia Civil também irá investigar o caso para buscar possíveis responsáveis.

Marcos Martins era piloto há 20 anos e tinha vasta experiência em voos internacionais. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), os dois pilotos, Martins e Geraldo Magela Barbosa estavam com as licenças de pilotagem válidas, ambos tinham mais de 1,5 mil horas de voo e nunca se envolveram em acidentes.

Martins nasceu em Cruzeiro do Oeste, no noroeste do Paraná, mas foi criado em Maringá, cidade da qual o bisavô dele, Joaquim Fontes, era pioneiro. O piloto se formou no Aeroclube de Londrina e e deixa a esposa e dois filhos pequenos.

Fonte: G1