Pintor implora para ser preso para se livrar de crack

O homem gastava todo o salário em drogas.

Um pintor de paredes de 30 anos pediu para ser preso no último domingo em Franca, no interior de São Paulo, por não conseguir abandonar o vício em crack. Usuário de drogas desde os 15 anos, como não ficaria preso sem ter cometido crime, o homem disse aos policiais que existia um mandado de prisão contra ele por falta de pagamento de pensão alimentícia do filho de 8 anos. Depois de conferir a informação, os policiais o prenderam na Cadeia da Guanabara, também em Franca. O prazo de prisão é de 30 dias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O homem gastava todo o salário em drogas. Para tentar livrar-se do vício, recorreu à religião e a um centro de recuperação, mas não houve resultado. A droga o levou a se separar da mulher e do filho, e a relação com os pais, com quem morava no Jardim Noêmia, também era difícil.

Fonte: Terra