Bebê que sobreviveu a incêndio em União é transferido para UTI

Segundo HUT, a menina teve 37,5% do seu corpo queimados

Com apenas nove meses de idade, a criança de iniciais C.P.C.M., que sobreviveu após tragédia ocorrida em União, ao Norte de Teresina, na segunda-feira, dia 14, está com a saúde bastante debilitada. No sábado, dia 19, a menina foi encaminhada para a Unidade Terapia Intensiva (UTI), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a pedido dos pediatras que acompanham o caso. Na tragédia, supostamente cometida pela própria mãe da criança, outras duas crianças e a mãe morreram carbonizadas. A menina de nove meses foi salva pelo tio.

De acordo com informações da assessoria de comunicação do HUT, a menina teve 37,5% do seu corpo queimados, sendo 12% queimaduras de terceiro grau e 25,5% queimaduras de segundo grau. ?Ela está com um balão de oxigênio, sendo acompanhada na UTI. Uma tia dela está sendo a acompanhante. O estado de saúde da menina ainda é bastante grave e os médicos afirmaram que não há previsão de alta?, informou a assessoria.

A tragédia aconteceu no povoado Novo Nilo, em União. Populares da região contam que tudo aconteceu por volta das 22h da segunda-feira, dia 14. Os relatos dão conta de que a doméstica Francisca Assunção, de 27 anos de idade, teria ateado fogo em sua própria casa, em um instante de revolta, por causa de ciúmes do marido. Com ela, os seus três filhos também foram vítimas. Dois deles morreram, sendo um de três e o outro de dois anos. A pequena C.P.C.M., de nove meses, conseguiu sobreviver, mas ainda corre risco de morte

Fonte: Flávio Moura