Piso salarial de professores deverá ser reajustado em 13,01% e terá média R$ 1.918,16

Com o ajuste, o salário inicial dos professores de escola pública, com formação de nível médio e jornada de trabalho de 40 horas semanais, será de R$ 1.918,16.

Os salários dos professores devem ter aumento de 13,01%, segundo estimativa da Confederação Nacional de Municípios com base nos critérios que têm sido adotados pelo Ministério da Educação. Com o ajuste, o salário inicial dos professores de escola pública, com formação de nível médio e jornada de trabalho de 40 horas semanais, será de R$ 1.918,16.


O cálculo está previsto na Lei do Piso (Lei 11.738/2008) que vincula o aumento ao percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno, referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano. Se por um lado existe a demanda de um piso cada vez maior, que garanta atratividade à carreira, por outro, há a dificuldade, principalmente dos municípios, na manutenção dos salários.

De acordo com a CNM, o novo piso representará um aumento de cerca de R$ 7 bilhões nos gastos dos municípios e dos estados. Muitos não vão poder pagar, principalmente estados devido a situação financeira precária que a maioria iniciou 2015.

Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, porém, o reajuste é necessário para que se cumpra o Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê equiparar o rendimento médio dos professores aos demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do sexto ano de vigência do plano.

De acordo com o MEC, o reajuste será oficialmente anunciado nesta semana.

Fonte: Agencia Brasil