Pit bull que ficou paraplégica após ser baleada será doada

Pit bull que ficou paraplégica após ser baleada será doada

Animal foi abandonado pela antiga dona depois de ficar com deficiência

Abandonada pela antiga dona após ficar paraplégica, uma cadela da raça pit bull, já se recuperou do tiro que levou em fevereiro deste ano, em Cuiabá, e aguarda para ser adotada. Na ocasião, o dono de "Pit", como foi "rebatizada", foi baleado por um homem e morreu no local, enquanto ela ficou ferida.

?Recebemos várias ligações de pessoas informando que ela estava deitada no chão sofrendo?, disse a presidente da Associação Voz Animal (AVA), Maria das Dores Gonçalves da Silva.

Na época, a associação foi até a residência um dia depois do ocorrido e encontrou a cadela em um pequeno canil no quintal. ?Pedimos para levá-la e tratar dela. No início, a dona dela telefonava para nós perguntando sobre o estado de saúde dela, mas depois do resultado dos exames falamos que ela [cadela] não poderia mais andar e então a dona nunca mais ligou?, contou a presidente da AVA.

Com a rejeição da antiga família, ?Pit? ficou aos cuidados da associação e hoje ainda se encontra em uma clínica veterinária, onde recebeu tratamento quando estava ferida. Maria das Dores explica que hoje eles estão preparando um local para ela ficar no abrigo, mas destaca que ela já encontra-se disponível para adoção. ?Já fizemos um andador para ela?, conta.

Além de "Pit", há outros dois cães paraplégicos no abrigo, Xandy e Zig, que também se locomovem com a ajuda de um andador. Os dois ficaram com deficiência física depois de serem atropelados. A história deles é semelhante. Ambos foram resgatados das ruas após o acidente. Ao todo, existem 80 cães e 150 gatos disponíveis para adoção na AVA.

Fonte: G1