PM cabeleireiro viraliza na web:'Não é só de tiro que o morro vive'

" A pessoa achou que iria me sacanear e quebrou a cara"

Imagens do soldado Marcus Vinicius da Silva Pavão, de 28 anos, viralizou nos últimos dias na internet. Cabeleireiro de formação, o policial viu um barbeiro negar atendimento a uma criança por medo de ser assaltado. O PM não pensou duas vezes, pegou uma máquina e ele mesmo cortou as madeixas do menino. Só naquele dia, foram nove cortes gratuitos para os moradores.

Mas foi uma outra imagem, que colocou o rosto do soldado Pavão em diversos grupos de policiais nas redes sociais nos últimos dias. A  foto mostra o PM, fardado, fazendo escova em uma colega de tropa.

PM cabeleireiro viraliza na web:'Não é só de tiro que o morro vive'
PM cabeleireiro viraliza na web:'Não é só de tiro que o morro vive'


Em vez de se aborrecer, Marcus Vinicius aproveita para cortar fora o preconceito: " Meu único receio era ser acusado de insubordinação, ou algo assim. Mas não tenho o menor problema com isso, mesmo porque passei muito tempo no meio e aprendi a conviver com todo mundo. A pessoa achou que iria me sacanear e quebrou a cara. Ajudo como posso e amor minhas duas profissões".

PM cabeleireiro viraliza na web:'Não é só de tiro que o morro vive'
PM cabeleireiro viraliza na web:'Não é só de tiro que o morro vive'


Casado e pai de dois filhos, o hoje soldado começou a trabalhar no salão da irmã aos 15 anos. Depois, aperfeiçoou-se na área por uma década, com o currículo recheado de cursos e passagens por estabelecimentos de alto nível. A opção pela carreira na PM veio há quatro anos, em busca de estabilidade.

"Tudo o que tenho ganhei trabalhando com beleza. Sou um profissional de cabelo, sim, e também de segurança pública. Se tiver combate, vou para o combate, mas não é só de tiro que o morro vive", ensina.

Fonte: Com informações do Extra