PM contará com cerca de 408 novos soldados para segurança pública

Eles irão atuar nas diversas atividades de segurança pública do PI.

Com o intuito de reforçar a estrutura existente nos módulos do policiamento comunitário, bem como reforçar o contingente policial lotado nos batalhões militares da capital e do interior, a Polícia Militar do Piauí (PM-PI) realizará, nos dias 13, 14 15 de outubro, em Picos, Floriano e Teresina, respectivamente, a formatura de 408 soldados. Do total, 248 policiais foram formados no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), em Teresina, 80 assistem aulas na sede do 3º Batalhão, em Floriano, e 80 são formados na sede do 4º Batalhão, em Picos.

Os militares, que irão compor o quadro efetivo da PM, serão designados para atuar nas diversas atividades de segurança pública em todo o estado. De acordo com o tenente coronel Silva Ramos, comandante do CFAP, uma vez que estejam formados, os soldados serão imediatamente distribuídos nos municípios da região Norte e do extremo Sul do estado, contemplando as cidades de Floriano, Corrente e Oeiras, dentre outras.

“Os novos policiais devem passar não só uma sensação de segurança, mas também se utilizar de todos os meios para garanti-la à população, mantendo a ordem e trabalhando para diminuir a violência”, declarou Silva Ramos. O tenente coronel explica que, durante a formação, os policiais receberam aulas de conhecimento jurídico, operacional e conhecimento humano.

O militar garante que a área do conhecimento humano com ênfase na proteção de segmentos vulneráveis, especialmente crianças, idosos, mulheres e homoafetivos, é um dos destaque do curso de formação. Silva Dias garante que a PM desenvolve ações articuladas em várias áreas de governo para garantir a inclusão social e o fim da discriminação contra grupos minoritários.

“A PM trabalha com o incentivo à cidadania e o princípio da fraternidade voltada à sociedade, visando ser pioneira em ações sociais e de políticas públicas. Por exemplo, não esperamos as campanhas de doação de sangue, todos os PMs dos batalhões doam sangue regularmente”, frisou o comandante do Cfap. 

Fonte: Assessoria