Polícia apreende adolescente suspeita de matar menina de 14 anos com mais de 20 facadas

A jovem, que foi levada para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Santa Maria, deve ser transferida para Porto Alegre, onde existe uma unidade feminina do centro de recuperação.

Uma adolescente foi apreendida em Rosário do Sul, no Rio Grande do Sul, suspeita de participar da morte de Linikelen Dutra Fialho, de 14 anos, no dia 25 de fevereiro. A jovem, que foi levada para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Santa Maria, deve ser transferida para Porto Alegre, onde existe uma unidade feminina do centro de recuperação.

Em entrevista ao Diário de Santa Maria, a delegada responsável pelas investigações do caso, Karina Salvagni Heineck, a adolescente e um outro rapaz, de 24 anos, sãos os principais suspeitos do crime. Segundo ela, Linikelen e a adolescente tinham uma rivalidade e a vítima já havia recebido uma série de ameaças antes de ser morta. O pai de Linikelen, Romeu Fialho, disse ao jornal que a filha não comentava sobre isso em casa. “Ela era uma garota querida por todos. Nós conversamos muito. Conversas de pai e filha mesmo. Mas ela nunca disse precisar de ajuda por ameaças ou algo assim”, disse Romeu.

De acordo com o laudo de necrópsia, Linikelen foi morta após levar 28 facadas, que provocaram hemorragias internas e externas. O crime aconteceu dentro do próprio quarto da vítima, que teve o corpo encontrado pelo irmão mais novo. Ele estranhou que a irmã não havia ido lhe buscar na escola, como costumava fazer.



Fonte: Globo.com