Polícia conclui que menor dirigia ônibus envolvido em acidente

No momento do acidente um menor de 14 anos dirigia.

A polícia de Oeiras está concluindo o inquérito sobre o acidente que provocou a morte da estudante Juliana da Silva Nascimento, no início de setembro em Colônia do Piauí. A estudante morreu após cair e ser atropelada por um ônibus escolar que transportava estudantes que iam para o povoado Oitis, na zona rural do município.

Image title


As investigações comandadas pelo delegado Paulo César de Morais concluíram que o ônibus era conduzido por um adolescente de 14 anos no momento do acidente. O delegado diz que o carro foi contratado pela prefeitura de Colônia do Piauí e os responsáveis pelo transporte dos alunos são o motorista Júnior Francisco da Silva e um filho dele, que seria maior de idade e habilitado. Todavia, no dia do acidente ele alegou não estar se sentindo bem, e num dado momento da viagem, não conseguindo mais dirigir, passou a direção ao seu irmão, um menor de 14 anos.

O ônibus escolar ano 1986 foi inspecionado pela Polícia, e tem capacidade transportar 21 passageiros, e no dia do acidente levava de 4 a 5 pessoas em pé, próximo ao motorista e que Juliana estava na escada e a porta estava aberta. Após periciado, foi constatado que o veículo não apresentava problema na porta, evidenciando assim a imprudência do condutor.

A morte de Juliana Silva Nascimento aconteceu no dia 10 de setembro, quando a estudante retornava no ônibus escolar para o povoado Oitis, zona rural de Colônia do Piauí, após assistir aulas na zona urbana.

Os pais da vítima e os responsáveis pelo veículo já foram ouvidos durante o inquérito, que está em sua fase final.


Fonte: Mural da Vila