13 armas são entregues à Polícia Federal por mês no Piauí em média

13 armas são entregues à Polícia Federal por mês no Piauí em média

Para entregar a arma de fogo na Polícia Federal ela não precisa estar registrada.

Enquanto a polícia luta para tirar armas ilícitas de circulação, muitas pessoas fazem a entrega voluntária na Polícia Federal, motivadas pela Campanha do Desarmamento. De janeiro a agosto foram levadas 110 armas de fogo, uma média de 13 por mês. A maioria é revólver calibre 38.

Segundo o delegado da Polícia Federal, José Olegário Nunes, a adesão à campanha mostra o reconhecimento das pessoas de que a responsabilidade de possuir uma arma é grande demais para a segurança real que ela oferece.

?De nada adianta ter um revólver e não ter a capacidade de manuseá-lo. Ele só vai servir para que um bandido entre na sua casa e fique com a arma?, afirma o delegado. Para o coronel Albuquerque, as armas de fogo em poder de bandidos são a maior razão para o aumento dos homicídios. ?Temos uma média de duas a quatro mortes violentas no final de semana. Por enquanto está no controle da polícia, mas se passar disso é sinal que existe algo de errado?, defende o coronel.

Para entregar a arma de fogo na Polícia Federal ela não precisa estar registrada e nem haverá qualquer tipo de investigação quanto à origem ou em relação ao portador. De acordo com o tipo de arma, a pessoa ainda recebe uma indenização de R$ 100,00 a R$ 300,00.

Fonte: Nayara Felizardo