26 mulheres foram assassinadas em 2011, diz delegada

Entre as maiores ocorrências em 2011, estão as prisões em flagrante e delito

A delegada da Delegacia da Mulher em Teresina, Vilma Alves, em entrevista ao meionorte.com nesta quarta-feira(28), falou sobre o trabalho desenvolvido pela instituição no ano de 2011. Segundo ela, através das estatísticas de ocorrências, foram mortas 26 mulheres com requintes de crueldade e perversidade. Para a delegada, isso se deve ao machismo dos homens que ainda se julgam donos da verdade e que são superiores às mulheres.

" O machismo continua a ser o grande problema. Por desobedecerem as ordens masculinas, as mulheres sofrem agressões dos companheiros", disse ela. Vilma disse que em 2011 a Delegacia da Mulher atuou muito mais. " As medidas protetoras foram requisitadas de forma legal e aceitas por boa parte dos homens que possuem um pensamento diferente e que aceitam viver fora de casa após feita a denúncia" afirmou ela.

Entre as maiores ocorrências em 2011, estão as prisões em flagrante e delito. A delegada Vilma Alves informou que a Delegacia da Mulher atua há 22 anos em Teresina e atende ocorrências do interior do Estado como as cidades vizinhas: União, Altos, José de Freitas e Demerval Lobão, já que São Raimundo Nonato, Picos e Piripiri já atendem a demanda através de delegacias instaladas nessas cidades.

Sobre os registros de ocorrência no ano de 2011, a delegada enfatizou um número recorde, que ultrapassa as 2.500 ocorrências registradas.

FOTOS: MAURICIO POKEMON





Fonte: Marcos Moraes