59% das mulheres do Piauí envolvidas no crime têm participação no tráfico

59% das mulheres do Piauí envolvidas no crime têm participação no tráfico

A informação é de autoridades ligadas ao setor de Segurança Pública do Piauí

A cada dia que se passa, a mulher está mais envolvida no mundo do crime, é o que dizem os dados divulgados por autoridades ligadas ao setor de Segurança Pública do Piauí. Outra confirmação é que cerca de 59% dessas mulheres foram denunciadas por tráfico de droga, um número que vem aumentando nos últimos anos.

Elas deixam o papel de coadjuvante para assumir papeis importantes nas organizações criminosas, especialmente no mundo do tráfico. Uma facção liderada por Reginaldo José Oliveira de Sousa (conheido como Regin), segundo a polícia, conta com a participação de uma mulher. Ela é Alexandra Lima da Silva, 32, conhecida como Sandra, e também esposa de Regin. Na companhia do pai, a acusada escondia toda a droga. Com ela, foram pegos recentemente, 96 Kg de maconha e 5 Kg de crack, além de armas de vários calibres.


59% das mulheres do Piauí envolvidas no crime têm envolvimento com tráfico

Regin seria o chefe do tráfico na zona Norte de Teresina juntamente com Nêgo Velho.

O delegado Williame Morais garante que a mulher e os comparsas foram monitorados durante três meses. Ele também descobriu que Regin, Sandra e Nêgo Velho estão marcados para morrer. Segundo a polícia, todos são inimigos do velho Zezo, que está preso acusado de comandar o tráfico de drogas na zona Sul.

O delegado explica o papel de Sandra na organização. Sandra, além de ser esposa do Regin, era o braço direito dele no crime. ?O sítio onde a droga era guardada pertence a ela. O pai dela eram quem fazia o controle de vigilância para que a droga não fosse desviada. Ela não era só esposa, ela era gerente. Há dois anos que estamos à frente da Delegacia de Entorpecentes, nós percebemos o aumento do número de mulheres no tráfico de drogas.?

Fonte: Denison Duarte