RS: 9 reféns são encontrados pela polícia após assalto

RS: 9 reféns são encontrados pela polícia após assalto

A polícia localizou os nove reféns que eram mantidos sob poder dos criminosos

A polícia localizou os nove reféns que eram mantidos sob poder dos criminosos que assaltaram uma fábrica de joias na cidade de Cotiporã, na região serrana do Rio Grande do Sul. A informação foi confirmada pelo capitão Juliano André Amaral, da Brigada Militar. Neste momento, as pessoas estão sendo levadas à base do comando da operação.

O militar utilizou o Twitter para confirmar o resgate dos reféns. "Estamos com as 9 vítimas são e salvas, e bem. DEUS SEJA LOUVADO!", escreveu. O oficial acrescentou que todos estão indo para a base da operação. O grupo foi localizado pouco antes das 23h deste domingo em uma área fica próxima à casa da família que foi levada como refém. Pouco depois da 1h desta segunda-feira, os reféns foram liberados e retornaram para casa, segundo o capitão Amaral.

No início da madrugada deste domingo, assaltantes utilizaram explosivos para arrombar o estabelecimento, localizado na região central do município, que tem pouco menos de 4 mil habitantes. Os criminosos, fortemente armados, renderam um grupo de pessoas que bebia num bar e usaram os reféns como "escudo humano" em frente à fábrica, enquanto explosivos eram utilizados para arrombar cofres que guardavam as joias.

Os bandidos chegaram a libertar parte dos reféns, mas entraram em confronto com a polícia durante a fuga. Três criminosos morreram, entre eles, Elisandro Rodrigo Falcão, o assaltante mais procurado do Estado. Dois PMs ficaram feridos, mas não correm risco de morte. Na fuga, os assaltantes passaram por uma chácara nas proximidades, onde abandonaram um veículo Astra e fizeram outros reféns, totalizando nove pessoas em poder dos criminosos.

De acordo com a BM, mais de 100 policiais, inclusive de Porto Alegre, foram mobilizados para as buscas. O local é de difícil acesso e cercado por morros, riachos e mata fechada, o que dificulta o trabalho das forças de segurança, que contam ainda com a ajuda de cães farejadores e helicóptero. Policiais da região se reuniram na prefeitura da cidade para acompanhar os trabalhos.

A polícia encontrou, após o assalto, várias bolsas com as joias roubadas da fábrica após o roubo, mas ainda não foi possível estimar o que tinha sido levado, uma vez que a ocorrência ainda está em andamento.

Cotiporã é considerada pacata e de janeiro a novembro de 2012 foram registrados 23 furtos, dois roubos e oito delitos relacionados a armas. A quadrilha que protagonizou o assalto na cidade era conhecida da polícia pelo uso de dinamite para roubos a comércios e bancos no interior do Estado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br