Acusada de matar ex no sexo tentou iniciar rebelião em presídio

Jovem colocou fogo em colchões e tentou iniciar rebelião.

Uma jovem identificada como Vania Basílio Rocha, de 18 anos, que cumpre pena  após ter esfaqueado até a morte o ex-namorado  Marcos Catanio Porto, de 26, durante relação sexual, tentou iniciar uma rebelião n presídio feminino de Vilhena (RO), onde se encontra presa. 

De acordo com o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), a jovem colocou fogo em colchões e teve início um  principio de rebelião.  "Perguntei para ela se estava tomando os medicamentos para controlar o transtorno anti-social e ela disse que há dias estava fazendo o uso apenas de remédios para dormir", disse George Barreto Filho, defensor público da ré. 

Diagnosticada com psicopatia, Vania vive a base de remédios.  Por ter sido condenada a 13 anos em regime fechado, a ex-vendedora não será internada para tratar a doença em um hospital psiquiátrico e continuará apenas sendo medicada.

Vania Basílio Rocha (Crédito: : Ricardo Araújo/ Rede Amazônica)
Vania Basílio Rocha (Crédito: : Ricardo Araújo/ Rede Amazônica)


Fonte: Com informações do G1