Acusada de roubar bebê de maternidade municipal responderá em liberdade

Acusada de roubar bebê de maternidade municipal responderá em liberdade

O advogado de Débora argumentou alegando a possível insanidade mental, por conta da suposta gravidez psicológica pela qual a acusada passou

Débora Santos, a mulher que foi acusada de raptar um bebê da Maternidade do Satélite há algumas semanas, em Teresina, conseguiu hoje parecer favorável do Ministério Público e irá responder o processo em liberdade.

O advogado de Débora, Walber Coelho, argumentou alegando a possível insanidade mental, por conta da suposta gravidez psicológica pela qual a mulher passou. Pesou a favor de Débora Santos também o fato de ela ser ré primária.

Relembre o caso

Débora Santos entrou, disfarçada de enfermeira

, na enfermaria da Maternidade do Hospital do Satélite, em Teresina. Ela pegou a criança, o bebê Ian, de apenas três dias, filho de Francisca Irene, alegando que iria levar o bebê para ser vacinado e sumiu. A acusada foi presa uma semana depois, e desde então estava detida na Delegacia Feminina.

Fonte: Andrê Nascimento