Acusado de 17 assassinatos, "Monstro" acaba sendo inocentado

O policial foi julgado pela morte do comerciante Elder Moreira, em 2006.

O soldado da Polícia Militar Pascoal dos Santos Lima, conhecido como Monstro, foi inocentado nesta quinta-feira de um dos 17 homicídios dos quais é acusado.

O policial foi julgado pela morte do comerciante Elder Moreira, em 2006. Segundo a promotoria, Monstro teria cometido o crime por vingança, já que o irmão do comerciante teria matado um PM na zona norte de SP. No julgamento, a defesa alegou que faltaram provas para condenar Pascoal, já a promotoria informou que vai recorrer da decisão.

As informações são do Bom Dia SP. Pascoal ainda será julgado por outros 16 assassinatos, entre eles o do coronel da Polícia Militar José Hermínio Rodrigues, que investigava Pascoal e outros PMs que estariam envolvidos em grupos de extermínio na capital paulista.

Fonte: Terra