Acusado de fazer família refém em Bom Jesus é preso na Bahia

Ele foi recambiado e está à disposição da Justiça.

A Polícia Civil do Estado do Piauí, auxiliada pela Polícia Civil do Estado da Bahia, prenderam um homem identificado como Michael Batista da Silva, suspeito de roubos à mão armada na cidade de Bom Jesus.

No dia 02 de maio deste ano, ele e seu comparsa tomaram de assalto uma motocicleta na estrada vicinal que dá acesso ao Assentamento Conceição, em Bom Jesus, e logo em seguida se evadiram do local.

Em poder dessa moto e com informações privilegiadas, os dois invadiram um açougue no Bairro Serra Nova, adentraram na residência e renderam toda a família com uma arma em punho. Diante dessa situação, o chefe da família ofereceu R$ 800,00, dois celulares e um capacete que estava sobre a geladeira, entretanto, os criminosos queriam e sabiam de muito mais.

Acusado foi preso (Crédito: Reprodução)
Acusado foi preso (Crédito: Reprodução)

Com uma arma de fogo na cabeça de uma criança de 07 anos, eles exigiram que a vítima lhes entregasse o dinheiro do cofre. Sem alternativa, o pequeno empresário entregou a quantia guardada no local: R$ 20.250,00. Logo após a ação criminosa, os elementos fugiram, deixando todos os integrantes da família em pânico.

No dia seguinte, com a comunicação do fato, a Polícia Civil de Bom Jesus investigou, identificou, porém, não conseguiu prendê-los em flagrante. Diante disso, a autoridade policial representou pela prisão preventiva de ambos, a qual foi imediatamente concedida pelo poder judiciário. E através da integração e da contínua vigilância das Polícias Civis do Piauí e da Bahia, um dos foragidos foi preso na cidade de Formosa do Rio Preto após o cumprimento do mandado.

Nesta quarta-feira (26), Michael Batista da Silva foi recambiado de Barreiras – BA para Bom Jesus – PI, onde deve ser interrogado e encaminhado à Penitenciária Regional. Ele já responde por tráfico de drogas, porte ilegal de armas e outros crimes contra o patrimônio. A moto foi abandonada em Barreiras, e já restituída. As investigações continuam com o objetivo de localizar o outro comparsa.

Fonte: ASCOM