Acusado de matar 12 pessoas em escola morre em tiroteio com a polícia na Alemanha

Os estudantes da escola são adolescentes com idades entre 12 e 18 anos.

Um jovem de cerca de 17 anos, vestido com com traje militar, causou uma tragédia nesta quarta-feira na Alemanha. Após invadir uma escola na cidade de Winnenden, a cerca de 20 km de Stuttgart (sudoeste da Alemanha), ele abriu fogo contra estudantes e deixou ao menos dez mortos e vário feridos. Após o ataque o agressor fugiu e é caçado pela polícia. As informações são do site alemão Spiegel Online, que cita a polícia local.

Os estudantes da escola são adolescentes com idades entre 12 e 18 anos.

Informações das redes de TV local dão conta que as pessoas estão muito tensas e chocadas com o ataque, e que a situação é de caos. Os estudantes da escola são adolescentes, com idades entre 12 e 18 anos. O número de mortos pode ser maior.

Policiais, equipes de resgate e bombeiros estão na escola. De acordo com a polícia local, após o ataque o atirador fugiu e é procurado pela polícia com a ajuda de três helicópteros e cães. Estudantes e moradores da região foram alertados a tomar cuidado nas ruas e a evitar sair de suas casas.

O tiroteio teve início às 9h30 (5h30 de Brasília). A identidade do agressor é desconhecida até este momento. Sabe-se apenas que ele estava vestido com uma roupa militar e usava um capuz na hora do ataque.

Winnenden fica a cerca de 20 km ao norte de Stuttgart, no Estado de Baden-Wurttemberg, e tem 27.600 habitantes, aproximadamente.

Em 2002, a Alemanha assistiu a outros dois incidentes desse gênero. Em fevereiro daquele ano, na cidade de Freising, na região da Bavária, um ex-aluno, expulso da escola de comércio, atira em três pessoas antes de se matar. Um professor ficou ferido. Em 26 de abril, na cidade de Erfurt, leste do país, um homem armado abriu fogo depois de dizer que não faria um teste de matemática. No total, morreram 17 pessoas, além do atirador.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br