Acusado de matar capitão é preso com 1kg de maconha e mil reais

O acusado "Lorim do A" havia acabado de chegar de Brasília.

Um jovem identificado como Lucas Rafael da Conceição, mais conhecido como "Lorim do A", acusado de matar um Capitão da Polícia Militar identificado como Nogueira, foi preso na manhã desta segunda-feira, dia 27 de junho. O jovem, que foi capturado no inicio do ano e afirmou: 'Sou inocente', estava em Brasília e havia acabado de chegar na capital. 

De acordo com o delegado Baretta, titular da Delegacia de Homicídios de Teresina, "Lorim do A" foi preso ao desembarcar na Rodoviária dos Pobres. Com ele os policiais encontraram 1 quilo de maconha, mil reais em dinheiro e um simulacro de pistola ponto 40. "Nós soubemos da chegada dele e montamos campana. Ele também responderá por tráfico e estava solto desde março, quando foi preso", informou.

O comandante Gonçalo, do 13ª Batalhão da Polícia Militar, afirmou que foi "Lorim" quem arquitetou o crime. O comandante relata como ocorreu a prisão do mesmo no incício do ano. “Recebi uma ligação anônima, de que havia um elemento vendendo drogas, na Santa Maria da Codipi. Eu pedi apoio das guarnições e nos deslocamos até o local, onde o encontramos com arma e em posse de entorpecentes. Ele foi reconhecido pelo pessoal que já havia o reconhecido. Foi o 'Lorim do Ar' quem arquitetou e matou o Capitão”, disse.

De acordo com o comandante, Lorim foi reconhecido por testemunhas. "Nós, já na favela Dilma Rousseff, prendemos um dos elementos, de nome Pica Pau, que repassou o nome de Lorim do Ar, que residia na Santa Maria da Codipi. Após isso, passei a investigar, utilizei umas fotos e mostre para uma senhora em frente à residência, onde ele arquitetou e praticou um assalto. A mulher reconheceu e afirmou isso também durante depoimento na Delegacia de Homicídios”, informou.

 Lucas Rafael da Conceição
Lucas Rafael da Conceição


Fonte: Portal Meio Norte