Acusado de matar ex se entrega à polícia e é liberado após confissão

Câmeras de segurança registraram momento em que vítima foi baleada.

Um homem suspeito de matar a ex-mulher no Centro de São Paulo que se entregou à polícia na tarde desta terça-feira (22) foi liberado após confessar o crime. Câmeras de segurança registraram o crime na Avenida Senador Queiroz. Liliane de Assis Lopes, de 23 anos, foi baleada após deixar o trabalho, na madrugada de sábado (19).

Segundo a polícia, Ariel Charles Rodrigues de França teria matado Liliane por ciúmes e por causa de uma pensão alimentícia da filha.

Imagens de uma câmera de segurança mostram que a vítima tentou se proteger atrás de um homem, quando o suspeito atirou pela primeira vez. Liliane e o homem caíram. O assassino ainda deu vários tiros na mulher e fugiu. O homem não se feriu.

Os policiais militares encontraram a vítima ferida. Ela foi socorrida por uma equipe de resgate e levada ao Pronto-Socorro do Hospital do Servidor Municipal, onde morreu.

Suspeito tem antecedentes criminais, de acordo com o delegado José Sampaio. ?Ele já cumpriu uma pena de dois anos por receptação e também ficou 1 ano e 7 meses preso em uma prisão preventiva por homicídio?, declarou.

França apresentou a arma do assassinato de Liliane. Apesar da confissão, das imagens das câmeras de segurança e da ficha criminal, o suspeito responderá pelo crime em liberdade. ?Ele se comprometeu a comparecer a todos os atos do inquérito e do processo?, disse o advogado que o acompanhava.

A polícia, no entanto, não descarta pedir prisão do suspeito posteriormente. A participação de um motorista que levou França na fuga do local do crime também será investigada.

Fonte: G1