Acusado de matar prefeito Celso Daniel vai a júri

Acusado de matar prefeito Celso Daniel vai a júri

O prefeito, sequestrado e morto em janeiro de 2002, era do PT.

A Justiça de São Paulo decidiu levar a júri popular o empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sérgio Sombra - um dos acusados do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

O prefeito, sequestrado e morto em janeiro de 2002, era do PT. E Sérgio Sombra era assessor especial de Daniel. Ele foi denunciado por homicídio triplamente qualificado.

Um dos agravantes, de acordo com os promotores, é que o assassinato foi cometido para ocultar crimes de fraude em licitações. Sérgio Sombra se declara inocente. Como a decisão é de primeira instância, ainda cabe recurso.

Fonte: g1, www.g1.com.br