Acusado de matar professora é preso pela polícia

Ele estava escondido na casa de um irmão, de onde pretendia fugir para o estado de Minas Gerais

Acusado de matar a professora Lourdes Maria Ferreira dos Santos, 44 anos, o ex-marido dela, José Ailton dos Santos, 47 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira na cidade de Teotônio Vilela, a 102 km de Maceió. O crime aconteceu em São Miguel dos Campos, a 60 km da capital, no dia 29 de setembro.

José Ailton não reagiu no momento da prisão. Ele estava escondido na casa de um irmão, de onde pretendia fugir para o estado de Minas Gerais, onde também tem família, de acordo com informações da polícia.

Segundo o acusado, o crime foi motivado por uma traição, já que ambos haviam reatado o casamento. O acusado disse ainda que foi procurado pela ex-mulher que insistia em reatar o relacionamento.

"Resolvi voltar, mas sempre conversei com ela sobre um outro relacionamento que ela teve recentemente. Ela dizia que não queria mais nada com o ex, até cheguei a acreditar. Mas depois descobri que ela estava me traindo e se encontrando com o outro novamente", disse.

Ailton ainda negou que estivesse separado da professora. "É mentira. Nós estávamos juntos, morando juntos e convivendo como marido e mulher", afirmou. A professora foi morta com requintes de crueldades. Logo após o crime, ele ligou para a filha informando que havia matado a mãe dela. Para a polícia, o caso está esclarecido.

Fonte: Terra