Skinhead será julgado por obrigar dois jovens a pularem de trem

Os skinheads são conhecidos por pregar a discriminação contra negros, homossexuais, judeus e nordestinos.

Está previsto para começar nesta quarta-feira (28) o julgamento do segundo de três skinheads acusados de obrigar dois jovens que vestiam camisetas com nomes de bandas punks a pularem de um trem em movimento em 7 de dezembro de 2003 em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. O júri que deverá julgar o réu Vinícius Parizatto será escolhido a partir das 13h no Fórum Central do município, de acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ele vai ser julgado pelos crimes de homicídio e tentativa de assassinato. Uma das vítimas morreu na queda, enquanto outra perdeu o braço.


Acusado de obrigar jovens a pularem de trem será julgado

Em maio deste ano, Juliano Aparecido de Freitas, conhecido como Dumbão, foi julgado pelos mesmos crimes e acabou condenado a 24 anos de prisão. Danilo Gimenez Ramos, o terceiro acusado pelos crimes, também aguarda julgamento. As vítimas são Cleiton da Silva Leite, que na época de sua morte tinha 20 anos, e Flávio Augusto Nascimento Cordeiro, então com 16 anos.

Os skinheads são conhecidos por pregar a discriminação contra negros, homossexuais, judeus e nordestinos. Os punks, que têm o anarquismo como ideologia, são considerados inimigos dos grupos neonazistas.

Fonte: G1