Acusado de pedofilia, tatuaria vítima como prova de amor

Um dos presos é um tatuador apontado como autor de estupros praticados contra meninos com idade entre 13 e 15 anos.

Policias da delegacia de Imbariê, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, prenderam dois homens acusados de estupro e pedofilia na manhã desta quinta-feira. Um dos presos é um tatuador apontado como autor de estupros praticados contra meninos com idade entre 13 e 15 anos.

A delegacia investiga a informação de que, após praticar o crime, ele tatuava os menores, alegando que seria uma prova de amor. O outro caso é de um homem acusado de estuprar uma mulher em 2009, no bairro de Imbariê.

Fonte: Terra