Suspeito furta celular de mulher e é morto a pauladas por população

Polícia vai abrir inquérito para identificar e prender agressores

Um homem acusado de assalto identificado por Gabriel Gonçalves dos Santos, 26 anos, conhecido “Biel”, morreu vítima de espancamento. O seu corpo foi jogado dentro do cemitério Frei Higino, em Parnaíba. 

Segundo o sargento da Polícia Militar José de Anchieta, o jovem teria furtado um aparelho de celular de uma senhora. Nesse momento, os moradores da região que presenciaram o assalto se revoltaram e começaram a agredi-lo com pedaços de pau e pedras.

O militar informou que sua guarnição foi comunicada para atender uma ocorrência de assalto e que o celular de uma mulher havia sido roubado e que o autor do crime estaria pego por moradores.

Quando os policiais chegaram ao cemitério, encontram o homem morto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi até o cemitério e constatou que Gabriel Santos estava sem sinais vitais.

O subtenente Muniz Leal, disse que o homem morreu no quintal ao lado do cemitério. Gabriel fugia de seus agressores e pulou o muro, onde morreu. O dono da casa pegou o corpo e jogou para dentro do cemitério.

A Perícia Criminal  isolou o local do crime para realizar os registros. Gabriel Gonçalves dos Santos não era conhecido da polícia.

Image title

Fonte: Com informações do Proparnaíba