Acusados de matar juíza são transferidos para presídio federal

Acusados de matar juíza são transferidos para presídio federal

Todos os cinco presos serão transferidos para o Presídio Federal de Campo Grande.

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, autorizou nessa quarta-feira a transferência dos dois principais acusados de matar a juíza Patrícia Acioli no dia 11 de agosto deste ano, na região oceânica de Niterói, e de três traficantes para fora do Estado do Rio.

Todos os cinco presos serão transferidos para o Presídio Federal de Campo Grande (MS). O tenente-coronel Claudio Luiz Silva de Oliveira e o tenente Daniel Santos Benitez Lopez, presos em Bangu I, seguem nesta quinta-feira, dia 15, para o presídio federal de segurança máxima e devem ser postos em regime disciplinar diferenciado (RDD).

Eles respondem pelo homicídio triplamente qualificado da magistrada (motivo torpe, mediante emboscada e com o objetivo de assegurar a impunidade do arsenal de crimes) e por formação de quadrilha armada.

Os traficantes Nelson Rodrigues dos Santos, vulgo "Nelsinho da Mineira", Sergio da Costa Brum, conhecido como "Trajano", e Julio Cesar Coelho Costa Junior, o "Periquito", seguem, também, ainda esta semana para o Mato Grosso do Sul.

Fonte: Terra