Populares tentam linchar acusados de matarem idosos

As investigações apontam que os elementos roubaram R$ 60 e em seguida deram uma paulada no idoso

Os acusados de matar e atear fogo em um casal de idosos no município de Monsenhor Gil chegaram a Teresina na tarde desta terça-feira (19), para exame de corpo delito no Instituto de Medicina Legal.

Francisco Venilzon de Sousa Cruz, 19 anos e Mauro Nunes dos Santos, 31 anos, foram presos na manhã de ontem e serão transferidos para a Casa de Custódia. O primeiro ainda teve a audácia de ir ao velório e dar R$ 5 para uma das filhas do casal.

As investigações apontam que os elementos roubaram R$ 60 e em seguida deram uma paulada e cortaram os pulsos de Emanuel Ferreira, 92 anos, e em seguida colocaram fogo no quarto onde dormia Hilda Marreiro Ferreira, usando uma vela, para simular um acidente. Francisco Venilzon foi localizado após esquecer sua carteira de identidade no local do crime. Segundo informações, eles roubaram o dinheiro para comprar drogas e bebidas.

Cerca de 500 pessoas tentaram invadir a delegacia de Monsenhor Gil para linchar os acusados.

Fonte: André Moura, meionorte.com