Adolescente de 12 anos está entre suspeitos de matar padre a pauladas

Um dos autores do crime é do estado de Goiás e costumava se hospedar na casa paroquial.

Uma pessoa foi presa e um adolescente de 12 anos apreendido suspeitos de matar o padre Raimundo Renan Valente, de 53 anos, na cidade de Angical, região oeste da Bahia, de acordo com informações da delegacia da cidade. Não há detalhes da identidade dos envolvidos. Um deles, que já está detido em Barreiras, foi localizado na cidade de Roda Velha com o carro da vítima, que tentava vender por R$ 2 mil. O adolescente foi levado ao Conselho Tutelar de Barreiras para prestar depoimento. Um terceiro suspeito está sendo procurado pela polícia.

Segundo a Polícia Civil, um dos autores do crime é do estado de Goiás e costumava se hospedar na casa paroquial. A identidade do suspeito está sendo preservada. O segundo homem apontado pelas investigações também não teve o nome revelado. Segundo a polícia, ele é natural da cidade de Barreiras.

Crime

O pároco foi morto na noite de domingo (10), por volta das 22h, no quintal da casa paroquial, em Angical. Segundo a polícia, os autores do crime fugiram com o veículo da vítima, um Corsa Sedan, além de roubarem a carteira dele, com documentos pessoais e uma quantia de dinheiro.

Uma testemunha ouvida pelo delegado Carlos Roberto de Freitas, titular da Delegacia Territorial (DT), informou que os homens já estavam dentro da casa quando o padre retornou da igreja, após celebrar a missa dominical. A testemunha disse, ainda, ter visto o goiano no imóvel, em outras oportunidades, e que ele tinha acesso ao controle remoto do portão da garagem.

As armas utlizadas no crime foram abandonadas no local e foram encaminhadas para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A polícia informa que, ao ser assassinado, o padre usava bermuda e estava sem camisa. Ele teria tentado se defender dos agressores, entrando em luta corporal. A polícia investiga a participação de outras pessoas no crime, classificado como latrocínio.

O corpo do padre será velado em Angical e depois encaminhado para Ilhéus, no sul da Bahia, cidade natal do pároco. Ele estava na região oeste do estado desde 2011 e atuava na paróquia de Angical há quatros anos.

Fonte: G1