Jovem de 15 anos é estuprada, espancada e incendiada na Índia

A garota está em estado crítico e teve 95% do corpo queimado


Uma adolescente de 15 anos foi estuprada e queimada viva nesta segunda-feira (07) no terraço da própria casa, em Nova Déli, próximo a capital da Índia. Vários casos de abuso contra mulheres foram registrados no país nas últimas semanas.

A garota estado crítico devido ter queimaduras graves na maior porte do corpo. Segundo mídia local ela teve mais de 95% do corpo queimado.

Os pais da menina encontraram-na ao ouvirem seus gritos horas antes de amanhecer. A menina relatou a polícia que foi estuprada, espancada e depois incendidade por um homem que ela afirma que vinha a perseguindo há alguns meses.

Mulheres e crianças na Índia são consideradas extremamente vulneráveis à violência sexual e ao assédio. Isso se deve em parte por tabus sociais generalizados contra a denúncia de crimes do tipo — o que contribui para que muitas garotas não denunciem seus agressores.

Um estupro coletivo em 2012, ocorrido em um ônibus causou a morte de uma mulher de 23 anos em Déli, o que foi motivo para ocorrer muitos protestos que pediam mais proteção para as mulheres da Índia.

Protestos pedia mais proteção para mulheres na Índia
Protestos pedia mais proteção para mulheres na Índia

Para tentar combater a violência contra mulher, os abusos, o governo aumentou a prisão por estupro e crminalizou a perseguição e o tráfico de mulheres.

Entrtantos, ativistas que defendem os direitos da mulher acreditam que é necessário mais atitude, inclusive uma melhor educação para os jovens dos pais e melhor infraestrurua como iluminação pública em ruas do país.



Fonte: R7