Adolescente é morta com 80 facadas após revelar gravidez

Natália Pinheiro Eger, de 16 anos, estava grávida de três meses

  Natália Pinheiro Eger, de 16 anos, foi morta com 80 facadas depois de revelar ao ex-namorado que estava grávida em Rio do Sul, região do Vale do Itajaí (SC). O suspeito confessou o crime e afirmou tê-lo cometido para que a atual namorada não descobrisse a gravidez da rival

Image title


A jovem  saiu de casa na quarta-feira (25) para contar ao ex-namorado que estava grávida. Depois da revelação, os dois discutiram.

Segundo o delegado Isomar Amorim, o adolescente, que completa 17 anos em dezembro, pegou uma faca na cozinha e desferiu um golpe no pescoço de Natália.

Em seguida, ele disse à jovem que iria levá-la até a casa da avó dele para que cuidassem do ferimento. Porém, ele já tinha a intenção de matá-la e a levou a um matagal, onde desferiu mais 79 golpes em várias parte do corpo dela.

A mãe da adolescente registrou um boletim de ocorrência por causa do desaparecimento da filha. Durante as investigações, os agentes foram até a casa do ex-namorado de Natália, onde foram informados de que o rapaz estava trabalhando com o irmão em Lontras, cidade vizinha a Rio do Sul.

De acordo com o delegado, ao chegarem ao local, os investigadores conversaram com o adolescente que negou ter visto ou conversado com Natália. O garoto estava com um machucado em um dos dedos. Ao ser questionado sobre o ferimento, respondeu que havia se machucado cortando pão em casa.

O adolescente foi levado à delegacia para prestar depoimento como testemunha. No meio do caminho, pediu para que parassem a viatura e confessou o crime. O garoto tinha uma namorada e se envolveu com Natália durante um breve rompimento. Ele disse ter cometido o crime para que a namorado não descobrisse o caso.

Logo após a confissão, o garoto levou os investigadores até o matagal, onde estava o corpo da adolescente. Segundo o IML (Instituto Médico Legal), a adolescente estava grávida havia cerca de três meses.

Fonte: com informações do R7