Adolescentes morrem após serem agredidas e torturados com cigarro

O crime foi praticado por quatro traficantes que confessaram tudo.

Quatro pessoas foram presas acusadas de assassinar duas adolescentes identificadas como Kessia Ferreira Carvalho tinha 16 anos e Franciane Queiroz da Silva farias 14 anos. As duas, que estavam desaparecidas, foram encontradas mortas em uma plantação de eucalipto em São Mateus, no estado do Espírito Santo.

De acordo com a polícia, as duas garotas tiveram os cabelos arrancados, foram espancadas e sofreram tortura com cigarros praticados pelos criminosos Igor Santos Oliveira, de 18 anos, conhecido como Playboy do Relógio, Hitalo Tiago Mirandola Barbosa, de 19, e Nubia Mirandola. Todos estão presos.

Nubia, mãe de Hitalo, é apontada  como chefe da quadrilha que comandava o tráfico na região. Eles confessaram o crime, e alegaram que as adolescentes haviam denunciado a quadrilha para um grupo rival. 

Image title

Image title





Fonte: Com informações do R7