Adolescentes colocam absorvente usado na boca de menina de 13 anos

A ação foi filmada e registrada por uma das suspeitas.

Um crime violento envolvendo cinco adolescentes chamou a atenção da população de Trindade, em Goiás, no início desta semana. Quatro meninas, entre 13 e 16 anos, torturaram e tentar matar uma jovem de 13 anos.

As suspeitas chegaram a cavar uma cova no fundo do terreno da casa de uma delas para enterrar o corpo da vítima.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Renata Vieira, o crime teria sido motivado por ciúmes. Na última terça-feira (27), as adolescentes teriam se reunido para acertar detalhes e definir as funções de cada uma no crime.

Informações preliminares apontam que a vítima daria uma festa de debutante no final do ano e teria convidado o ex-namorado de uma das autoras, o que teria provocado a ira das adolescentes.

Na quinta-feira (29), as suspeitas atraíram a vítima para a casa de uma delas usando o pretexto de uma falsa festa. No local, as menores usaram um martelo, pedaços de pau e um facão para torturar a adolescente, que teve dez cortes na cabeça e três nas costas. A jovem chegou a ter o aparelho dentário retirado à força de sua boca por uma faca.

“Durante a tortura, colocaram um absorvente usado na boca da menina até que ela vomitasse. Foram desferidos murros e socos contra a vítima, sem possibilidade de defesa”, detalhou a delegada.

A ação foi filmada e registrada por uma das suspeitas. Em depoimento, elas disseram que queriam “assistir para comemorar depois”.“Elas estavam esperando apenas a quarta jovem chegar para matar a vítima, que, em um momento de sorte, conseguiu fugir do local e, mesmo ferida, pediu a ajuda de um vizinho”, contou Vieira.

Após a fuga, a menor procurou a polícia e relatou o caso. As suspeitas foram encontradas dois dias depois e presas em flagrante. Na delegacia, elas confessaram o crime e narraram com riqueza de detalhes toda a ação.

“Chegaram a dizer que seria um bem à sociedade se ela tivesse sido morta”, revelou a delegada.

As adolescentes responderão por tortura e tentativa de assassinato. Segundo a delegada, as meninas devem ser internadas em um centro de internação social.


Menor  foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Menor foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Menor  foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Menor foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Menor  foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Menor foi torturada e quase assassinada (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil )
Fonte: Jornal de Brasília