Advogadas são presas por fraude de ações indenizatórias

Duas advogadas foram presas neste sábado

Duas advogadas foram presas neste sábado durante a "Operação em Causa Própria" realizada por policiais do 1º DP da praça Mauá, na região central do Rio de Janeiro. Elas são suspeitas de participarem de uma quadrilha de advogados que fraudava ações indenizatórias, falsificando procurações, sem o conhecimento das supostas vítimas, e embolsava o valor pago a elas.

Segundo o delegado adjunto da unidade, Aldrin Rocha, os advogados procuravam nomes de pessoas que estavam no SPC e Serasa e abriam, sem que elas soubessem, uma ação indenizatória por danos morais, inclusive falsificando procurações.

De acordo com a Polícia Civil, o trabalho começou com investigações na delegacia da Praça Mauá e do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que desconfiou do excesso de ações daquele tipo.

Ao repassar as informações para a 1ª DP, os dois órgãos descobriram que as pessoas investigadas pela unidade policial eram as mesmas responsáveis pela maioria das ações de indenização, colhendo provas que comprovassem o crime.

O chefe da quadrilha e outro advogado ainda estão sendo procurados.

Fonte: Terra, www.terra.com.br