Advogado condenado por sequestrar criança se entrega para polícia

Advogado condenado por sequestrar criança se entrega para polícia

Crime foi em 2006; criança de 6 anos ficou 63 dias em cativeiro.

O advogado Adenílson Alves de Brito, condenado em 2009 pelo sequestro de um menino de 6 anos, se entregou na noite desta quinta-feira (31) à polícia de São Paulo. Ele chegou a cumprir pena por ter planejado o sequestro da criança em 2006. Ele foi solto após obter um habeas corpus, que foi suspenso posteriormente. Desde então, ele era considerado foragido.

O advogado se entregou na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro de São Paulo. Ele vai ficar em prisão domiciliar até que a Justiça defina uma sala especial em um quartel da Polícia Militar, onde ele irá cumprir o restante da pena de 36 anos.

Brito era vizinho da família da vítima e chefe de segurança do condomínio onde a criança morava em Arujá, na Grande São Paulo. O menino, na época com 6 anos, foi levado pelos sequestradores quando seguia para o colégio. Três homens armados seguiram o carro em que estavam o menino e o irmão dele, então com 21 anos. O jovem foi colocado no porta-malas e a criança, no banco de trás.

Os criminosos seguiram pela Rodovia Ayrton Senna e abandonaram o carro em um posto de gasolina. Seguiram a pé com o menino e largaram o irmão mais velho trancado. A polícia conseguiu libertar Lucas de um cativeiro em São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo, após 63 dias.

Fonte: G1