Advogado de Bruno chama Flamengo de covarde

O Flamengo é covarde até para me explicar direito o quanto deve de luvas

O contrato de Bruno, por enquanto, está suspenso. Mas segundo o advogado do goleiro, Ércio Quaresma, a situação dará muita dor de cabeça ao Flamengo. Quaresma avisou que irá à Justiça pedir uma indenização no valor de R$ 50 milhões por supostos danos morais, materiais e trabalhistas. O advogado ainda ironizou a presidente do clube, Patricia Amorim.

- O Flamengo é covarde até para me explicar direito o quanto deve de luvas. A Patrícia Tamborim (Amorim) não sabe nem qual a situação jurídica do Bruno. Estamos entrando com uma ação trabalhista que vau fazer o Flamengo peder até o rumo. Vamos cobrar R$ 50 milhões entre danos morais, materiais e trabalhistas - afirmou Ércio Quaresma ao site revista "Época".

O advogado argumentou que Bruno tem, atualmente, apenas R$ 90 mil guardados. Segundo ele, o Flamengo tem de pagá-lo R$ 315 mil referente a luvas. Ércio Quaresma negou as acusações da avó de Bruno, Estela, de que teria dopado o goleiro antes das audiências para que o cliente desmaiasse em público e deu uma ideia do valor exorbitante cobrado como honorários.

- Recebi R$ 215 mil, mas isso não paga 2% de valor que cobrei dele - afirmou Ércio Quaresma.

Fonte: Yahoo