Advogado é assassinado na porta do escritório,no Recreio de Bandeirantes

Ricardo Caldeira, de 49 anos, foi assassinado no final da tarde de quarta-feira

O advogado Ricardo Caldeira, de 49 anos, foi assassinado no final da tarde de quarta-feira. Caldeira estava em seu escritório, na Avenida Gilka Machado, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste, quando dois homens entraram no local, se passando por clientes. Quando o advogado foi atendê-los, eles mostraram as armas de fogo.

Pensando se tratar de um assalto, o advogado disse que não reagiria, mas os criminosos mandaram ele ir até a rua, falar com alguém. A poucos metros do escritório, Ricardo Caldeira foi executado com três tiros de pistola, por volta das 17h30m.

A viúva, a contadora Cláudia Valéria Martins Caldeira, contou que recebeu uma ligação do marido, por volta das 17h, mas não conseguiu atender. Pouco depois, recebeu um telefonema pedindo para voltar ao escritório, onde também trabalhava. Segundo ela apenas os dois celulares de Ricardo foram roubados.

? Não sei o que ele queria me dizer. Foi uma fatalidade ? disse, abalada.

Ainda de acordo com sua esposa, que também era sócia do marido, Caldeira trabalhava como advogado empresarial há 25 anos. Ele não fazia ações criminais ou familiares por não gostar de brigas.

? Todos os clientes são antigos e muitos deles, amigos. Um dos meus clientes está agora na minha casa, consolando meus filhos ? contou Cláudia, na porta da delegacia.

A principal linha de investigação da Divisão de Homicídios, entretanto, aponta justamente para uma antiga cliente do casal, que seria a mandante do crime. A suspeita teria jurado vingança por causa de uma dívida e contratado matadores profissionais. As imagens das câmeras de segurança já estão com a Polícia.

Fonte: Extra