Advogado é preso suspeito de pedofilia

O advogado pagava R$ 50 para cada uma das jovens para manter relações sexuais com elas

Um advogado de 47 anos foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (20) suspeito de pedofilia quando estava com três adolescentes em seu apartamento, em Higienópolis, na região central de São Paulo. Ele foi indiciado pela Polícia Civil por abuso de adolescente e facilitação de prostituição.

A mãe de uma das meninas, que têm entre 14 a 16 anos de idade, denunciou o homem. Segundo ela, o advogado pagava R$ 50 para cada uma das jovens para manter relações sexuais com elas. As vítimas seriam moradoras de bairros da Zona Leste.

De acordo com a mulher, na quinta à noite ele iria pegar sua filha e mais duas outras garotas na estação do Metrô Santa Cecília, também no centro da capital. A Polícia Militar então ficou de campana e seguiu o suspeito, que levou as meninas de carro, até seu apartamento, em Higienópolis. A PM afirma que entrou em seguida e surpreendeu o homem só de camiseta, deitado na cama, com as três adolescentes.

A polícia não informou o que o suspeito alegou em sua defesa. Ele está preso no 69º Distrito Policial, em São Mateus, na Zona Leste. As jovens seriam levadas para seus responsáveis.

Fonte: g1, www.g1.com.br