Advogado é morto com tiro no rosto

A Polícia acredita, inicialmente, que o advogado foi vítima de um latrocínio (

O advogado Cícero Emericiano da Silva, 47, foi assassinado, na noite de sábado (16), com um tiro de escopeta no rosto, quando chegava no sítio de sua propriedade, situado na localidade de Taboca de São Miguel, zona rural do município de Aurora (a 462 Km de Fortaleza). A Polícia acredita, inicialmente, que o advogado foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). Contudo, os policiais não descartaram a hipótese de que ele pode ter sido alvo de mais um crime de pistolagem no Estado.

De acordo com as informações repassadas pela patrulha que foi ao local do crime, comandada pelo subtenente PM Rosilvaldo, com o apoio dos soldados Barros, Laurindo e Albério, três homens chegaram ao sítio Taboca, do advogado, e em seguida renderam e algemaram o caseiro.

Dois dos bandidos estariam com bonés e o terceiro com um capacete para dificultar a identificação. Por volta das 20h30, quando Cícero chegava ao sítio em sua caminhonete Hilux, de cor preta, foi abordado pelos bandidos.

Segundo ainda a Polícia, Cícero portava uma pistola, mas antes que pudesse reagir, foi atingido com um único tiro de escopeta no rosto. Após executar o advogado, o trio fugiu em uma motocicleta Honda Today vermelha, de placa HUA-1206, que pertencia ao caseiro, em direção ao município de Caririaçu (a 566 Km de Fortaleza), que faz divisa com Aurora. Os bandidos levaram a arma da vítima, dois carregadores da pistola, dois celulares e R$ 1 mil.

Acusados

Logo após o crime, várias patrulhas da Polícia Militar da região foram mobilizadas, e fizeram diligências em vários locais tentando localizar e prender os acusados. Mas até o fim da noite de ontem, ninguém havia sido preso. As investigações sobre o crime serão comandadas pelo delegado Flávio Santos, titular da Delegacia Regional de Brejo Santo. Uma das primeiras pessoas a serem ouvidas pela Polícia será o caseiro do advogado, que presenciou o crime.

O advogado Paulo Quezado esteve ontem na região onde ocorreu o crime, representando a OAB-CE. ´Vamos acompanhar de perto as investigações´, afirmou ao telefone para o Diário do Nordeste.

Além da morte do advogado Cícero, outros três homicídios foram registrados no Interior do Estado, no período compreendido entre a tarde do sábado (16) até ontem. Dois deles, ocorreram no município do Crato (distante 506 Km de Fortaleza) e o terceiro em Russas (a 162 Km da Capital).

De acordo com informações repassadas pelo plantão do Comando de Policiamento do Interior (CPI), em Russas, Francisco Dionel Caminha de Oliveira, 20, foi morto, no começo da tarde de sábado.

Já na madrugada de ontem, duas brigas em bares no município do Crato resultaram em dois homens mortos. O primeiro ocorreu por volta das duas horas da madrugada, quando Alúcio Alexandre da França, 37, se envolveu em uma discussão e foi atacado por José Carlos de Oliveira. Segundo a Polícia, a vítima, Alúcio, teria esmurrado José Carlos, que de posse de um facão passou a golpeá-lo.

Cerca de uma hora depois, na mesma cidade, Francisco Nascimento Olímpio, 18, foi morto a faca, por um homem, também após uma briga. O acusado fugiu do local e não foi identificado pela Polícia.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br