Advogado pede à Justiça liberdade para goleiro Bruno

Advogado pede à Justiça liberdade para goleiro Bruno

Atleta já teve outros pedidos para sair da prisão negados

O advogado Ércio Quaresma, que defende o goleiro Bruno Fernandes da acusação do sumiço e morte de sua ex-amante Eliza Samudio, entra nesta quinta-feira (19) com um novo pedido de liberdade para o atleta, dessa vez, na Quarta Câmara Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de Minas Gerais.

É o quarto pedido de habeas corpus para a liberdade do goleiro. Outros três já foram julgados e negados em Minas Gerais. No Rio de Janeiro, onde Bruno morava, um pedido de revogação da prisão foi feito à 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá no último dia 2.

Quaresma também entrega nesta quinta a apresentação da defesa prévia do goleiro no processo que corre em Contagem (MG). O advogado também vai dar entrada nesta quinta uma alegação de que a competência para julgar o caso deve ser transferida para Vespasiano, na região de Belo Horizonte, onde teria acontecido o crime.

Bruno e mais seis pessoas são suspeitas de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio, ex-amante do atleta. Ela teria sido sequestrada e morta no início de junho na região metropolitana de Belo Horizonte, segundo um primo de Bruno que disse ter presenciado o crime.

Fonte: R7, www.r7.com