Advogado quer soltura de cliente italiano preso por beijar filha no CE

Segundo o advogado do turista, "selinhos" entre pai e filha são comuns nos costumes da Itália

O advogado do italiano preso em Fortaleza por beijar a filha na boca deve entrar ainda nesta sexta-feira com pedido de relaxamento de flagrante, para que o turista seja solto.

O italiano --que é casado com uma brasileira-- foi preso na última terça-feira (1º) em Fortaleza (CE), após testemunhas relatarem que ele beijava na boca e fazia carícias em uma menina de oito anos na praia. A garota é sua filha e, segundo o advogado do turista, "selinhos" entre pai e filha são comuns na Itália.

"Meu cliente foi vítima de um erro grosseiro", afirmou à Folha Online o advogado Flávio Jacinto. "Por causa da irresponsabilidade de uma pessoa que nem sabia que eles eram pai e filha, meu cliente agora está preso. É uma confusão lamentável", disse.

De acordo com o advogado, o turista, a mulher --com quem vive há 12 anos na Itália-- e a filha estavam em Fortaleza para fazer turismo e visitar a família da mulher.

"O local [uma piscina que fica na praia] é público, é completamente impossível uma pessoa praticar qualquer ato ilícito ali", diz o advogado.

Ouvida por psicólogos na Dececa (Delegacia de Combate à Exploração de Crianças e Adolescentes) --para onde o inquérito foi enviado--, a criança não demonstrou ter sofrido abuso, segundo a polícia.

O italiano está preso no 2º DP de Fortaleza, onde o caso foi registrado. O inquérito deve ser concluído em dez dias.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br