Afegão diz que teve orelhas e nariz arrancados por votar

As eleições presidenciais no país ocorreram no dia 20 de agosto em meio a ameaças

O presidente afegão, Hamid Karzai, manteve a vantagem em relação ao rival Abdullah Abdullah em uma nova contagem das eleições presidenciais divulgada nesta segunda-feira (31).

Segundo a agência de notícias Reuters, com metade dos votos contabilizados, Karzai aparece com 45,9% contra 33,3% do médico Abdullah. O candidato precisa de pelo menos 50% para conseguir a vitória em primeiro turno.

As eleições presidenciais no país ocorreram no dia 20 de agosto em meio a ameaças do Talibã e denúncias de fraude. Segundo observadores, os militantes agiram com violência contra civis que votaram em algumas províncias do país. Dias antes do pleito, o grupo radical havia afirmado que boicotaria a votação. Na província de Daykundi, um homem de 40 anos teve o nariz e as orelhas cortadas por radicais talibãs após ter votado.

Fonte: g1, www.g1.com.br