'Ajudava as pessoas', diz vizinha sobre mulher morta na zona Norte

Maria do Socorro era tia e mãe adotiva de 'Cuscuz', também morto.

Na tarde de segunda-feira (10),o presidiário Marcos Aurélio do Nascimento, o "nêgo cuscuz", de 39 anos, e sua tia, que era sua mãe adotiva, a dona de casa Maria do Socorro Nascimento, de 53 anos, foram assassinados a tiros no bairro Real Copagre, na zona Norte de Teresina.De acordo com informações da Polícia Civil, os dois foram mortos por uma dupla em um veículo. 

Quando os policiais chegaram no local foram informados de que os assassinos chegaram na casa e atiraram no filho e na mãe que estava na calçada. O corpo de Maria do Socorro Nascimento ficou fora da residência e o corpo de Marcos Aurélio ficou dentro do quintal. A vizinhança acha que o crime foi cometido por traficantes do próprio Real Copagre.

O tenente Oswaldo Ferreira Martins, da Companhia Independente do Promorar, acredita em acerto de contas. “A violência está aumentado, temos um duplo homicídio e as causas podem ser acerto de contas, já que Marcos Aurélio do Nascimento tinha histórico de envolvimento com o crime e estava foragido”, disse o tenente.

Bastante abalada, uma vizinha conta que Maria do Socorro costuma ajudar muitas pessoas com a marcação de consultas médicas. "Ela ajudava as pessoas, cobrava entre R$ 10 a R$ 15 para marcar consultas. Ela ajudou criar o "Cuscuz" aqui nessa casinha. Ela criava também um neto", disse. 



Fonte: Portal Meio Norte