Aluna coloca veneno em bebedouro de escola

30 pessoas que teriam tomado da água foram atendidas no hospital João Penido

A polícia investiga se uma aluna de 15 anos pôs veneno para rato no bebedouro que fica na sala dos professores de uma escola estadual de Juiz de Fora (MG).

A suspeita começou na hora do intervalo do turno da tarde da Escola Estadual Hermenegildo Vilaça, no bairro Grama. Professores e alunos teriam tomado água com gosto amargo. No fundo dos copos plásticos, foi encontrado um pó negro. Um cheiro forte na sala dos professores também chamou atenção. A Polícia Militar foi, então, acionada.

No fim da tarde, 30 pessoas que teriam tomado da água foram atendidas no hospital João Penido, também no bairro Grama. Todas foram liberadas e passam bem.

Peritos da Polícia Civil foram até a escola para analisar o bebedouro. Eles recolheram o galão de água e amostras de um pó negro. A suspeita é que eles tenham tomado junto com a água uma substância parecida com chumbinho, que teria sido colocada por uma aluna.

Quem trabalha na escola não quis falar sobre o caso. Segundo testemunhas, a acusada, uma menina de 15 anos, disse a duas colegas que teria colocado chumbinho na água.

A mãe da aluna foi chamada e as duas foram conduzidas até a delegacia, assim como as colegas da estudante. Todos prestaram depoimento.

A Polícia Civil não confirmou se a substância encontrada na água é mesmo veneno para rato. O caso foi encaminhado para a Vara da Infância e da Juventude. A adolescente está passando por uma avaliação psicológica.

Fonte: g1, www.g1.com.br