Amante de Bruno pode ter sofrido um aborto

Amante de Bruno pode ter sofrido um aborto

Segundo o advogado de Fernanda, Ércio Quaresma, ela estaria sofrendo um aborto.

A namorada do goleiro Bruno de Souza, Fernanda Gomes de Castro, se sentiu mal e teve um sangramento, neste domingo (8), no Complexo Penitenciário Feminino Estêvão Pinto, em Belo Horizonte, onde ela está presa desde a quinta-feira (5).

As informações são da Secretaria Estadual de Defesa Social (Seds). Anteriormente, a secretaria havia informado que um médico tinha sido encaminhado para o local e que ela seria atendida ainda na tarde deste domingo na prisão. Mas, devido à falta de equipamentos para fazer os exames para avaliar as causas do sangramento e se ela realmente está grávida, Fernanda foi encaminhada para o Hospital Otaviano Neves. Ela foi escoltada por uma agente penitenciária e uma auxiliar de enfermagem.

Segundo o advogado de Fernanda, Ércio Quaresma, ela estaria sofrendo um aborto.

Fernanda está presa desde quinta-feira (5) e deve ficar 30 dias isolada no Pavilhão de Triagem do complexo. Fernanda está em uma cela de seis metros quadrados com vaso sanitário, chuveiro e cama.

Nos próximos 30 dias a partir da quinta, Fernanda deve contar com assistência médica e psicológica e só poderá receber visitas depois desse período. Ainda de acordo com a Seds, a presa tem direito a quatro refeições diárias: café da manhã, almoço, lanche e jantar. Ela só deve ter direito a banhos de sol a partir do 11º dia de prisão.

Prisão de Fernanda

A namorada do goleiro Bruno chegou ao Departamento de Investigações por volta das 18h30 de quinta-feira, depois de ser presa em Belo Horizonte. Ela estava no apartamento de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, também na capital mineira quando foi detida.

Fernanda era a única que estava em liberdade entre os nove denunciados pela Promotoria de Contagem (MG) por envolvimento no desaparecimento e morte de Eliza.

Segundo o delegado Wagner Pinto, o mandado de prisão preventiva da jovem foi expedido pela juíza Marixa Fabiane Lopes, nesta quarta-feira (4). "Estávamos tentando cumprir o mandado desde ontem [quarta]. Com base em informações coletadas pela nossa investigação, conseguimos descobrir que ela estava escondida no apartamento do Macarrão."

Oito pessoas já haviam sido presas por envolvimento no caso: o goleiro Bruno; Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão; Marcos Aparecido dos Santos, o Bola; Sérgio Rosa Sales; Dayanne Souza; Elenilson Vítor da Silva; Flávio Caetano; e Wemerson Marques. Todos os acusados negam o crime.

Entenda o caso

Nascida em Foz do Iguaçu (PR), Eliza Samudio se mudou para São Paulo e posteriormente para o Rio. Em 2009, teve um relacionamento com o goleiro Bruno, engravidou e afirmou que o pai de seu filho é o atleta. O bebê nasceu no início de 2010 e, agora, está com a mãe da jovem, em Mato Grosso do Sul.

A polícia mineira começou a investigar o sumiço de Eliza em 24 de junho, depois de receber denúncias de que uma mulher foi agredida e morta perto do sítio de Bruno.

A jovem falou pela última vez com parentes e amigas no início de junho.

O corpo de Eliza não foi encontrado. Mas os delegados consideram a jovem morta.

Fonte: g1, www.g1.com.br