Ambulantes criam confusão por causa de gravação de filme; veja

Ambulantes não sabiam do filme e acharam que era uma operação policial.

A gravação de um curta-metragem em um dos maiores camelódromos de Londrina, no norte do Paraná, na tarde de domingo (3), virou motivo de dor de cabeça para alguns vendedores ambulantes. Eles confundiram a ação e acharam que era uma operação policial de verdade. Houve tumulto e a Polícia Militar (PM) foi acionada mas não precisou intervir. A gravação do filme acabou sendo suspensa por causa da confusão.


Ambulantes confundem gravação de filme com realidade e criam confusão

Cinquenta pessoas participaram das filmagens. A intenção era contar a história de uma vendedora e de uma policial federal que tiveram a amizade abalada durante uma operação no camelódromo.

O vendedor Rogério Gonzales disse que ficou apreensivo com a ação. "O pessoal ficou um ligando para o outro dizendo que a Polícia Federal estava no camelódromo. Teve gente que chamou até o contador para vir pra cá".

Os ambulantes também ficaram preocupados com um possível desgaste na imagem do camelódromo, já que, em 2007, uma operação da PF fechou várias lojas do local.

Fonte: G1