Amiga de italiana assassinada em Jericoacoara é presa em Fortaleza

Antes ouvida como testemunha, a carioca passou a ser suspeita do crime.

A Polícia Civil prendeu preventivamente por suspeita de homicídio uma carioca que acompanhava a italiana Gaia Molinari na viagem à Praia de Jericoacoara, a 287 km de Fortaleza. Gaia foi encontrada morta por estrangulamento em 25 de dezembro, feriado de Natal. Antes ouvida como testemunha, a carioca passou a ser suspeita do crime.

 Ainda não há informações detalhadas sobre a participação da suspeita na morte de Gaia A Divisão de Homicídios vai divulgar mais informações sobre o assassinato na tarde desta segunda-feira (29). O corpo da turista, que tinha 29 anos, deve ser liberado ainda nesta segunda-feira do Instituto Médico Legal de Sobral, segundo informações do representante do vice-consulado da Itália no Ceará, Roberto Misici.

O vice-consul da Itália na capital disse que as autoridades estão dando toda a assistência para os parentes de Gaia. E que já foram comunicados da morte. "Nós estamos aguardando que o corpo seja encaminhado para Fortaleza. A liberação e o translado deve ocorrer de domingo para segunda-feira. A família não virá. Toda a responsabilidade foi dada a gente e todos os procedimentos vão ser feitos agora", afirmou Roberto Misici.

Suspeito detido e liberado
A Polícia Civil do Estado do Ceará chegou deter no fim da tarde de sexta-feira (26) um suspeito de matar a turista italiana. No entanto, ele foi liberado após ser ouvido e passar por exames, por não existir indícios suficientes para a prisão em flagrante.

Laudo sobre a morte
De acordo com o laudo da Polícia Civil, divulgado na tarde de sexta-feira, a turista italiana Gaia Molinari foi morta por estrangulamento. Gaia sofreu vários golpes com objetos cortantes no corpo e no rosto antes de ser asfixiada. O corpo foi encontrado próximo à Pedra Furada, ponto turístico da Praia de Jericoacoara, no litoral do Ceará.

Antes de ir para Jericoacoara, a italiana estava hospedada em um albergue, em Fortaleza, desde o dia 16 de dezembro. No alberque, Gaia conheceu uma carioca que a convidou para ir a Jericoacoara. De acordo com funcionários do albergue, ela deixou alguns objetos pessoais no local, como um computador e o passaporte.

O crime
Segundo informações da Polícia Militar, o corpo da italiana foi encontrado por outros turistas na área do Serrote. Os moradores de Jijoca de Jericoacoara afirmam que a jovem estava em Jericoacoara acompanhada de uma amiga carioca. Ambas deveriam ter deixado a cidade de Jijoca na quarta-feira (24), mas Gaia Molinari não retornou do passeio na véspera do Natal. Ela trabalhava em um hostel em Jijoca de Jericoacoara em troca de hospedagem e viajava por vários países, segundo pessoas que conheceram a vítima.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo